O Reiki é uma rua de mão única. Como praticante do Reiki, você está conectado ao circuito da energia cósmica. A energia que você usa não lhe pertence, está disponível para o uso de todos. Você é apenas um canal para as forças cósmicas que fluem através de você e o preenchem. Quando seu ser se preenche com o néctar cósmico, não resta lugar para mais nada. Negatividade e um eventual refluxo de energia ruim não são mais possíveis – tudo está preenchido.

Portanto, você nunca precisa temer que algo negativo flua para dentro de você quando faz um atendimento com Reiki. Aqui valem duas regras: a primeira é que a energia mais alta transforma a mais baixa, e a segunda é que a energia espiritual torna impossível tudo o que é inanimado ou sem vida.

Muitas vezes os praticantes de Reiki pode ter receio das coisas negativas. É um receio infundado, pois a negatividade só é realmente destrutiva quando age dentro do coração de cada um. Também quando abrimos a porta para o medo, ele entra sem cerimônia. Portanto, comece em sua casa e purifique seu próprio coração. Quando fizer isso, você nunca mais sentirá medo da negatividade dos outros. Então, tudo se dissolverá em compaixão.

Para excluir a negatividade, é preciso que corpo e mente se encham cada vez mais de energia espiritual. Como explicou Koyama Sensei, ao recebermos o Reiju devemos nos orientar pelo movimento da energia espiritual. Isso dissolve o ego e nos transmite paz.

O Dhammapada, uma das obras mais importantes do budismo, começa com a seguinte frase: “Somos aquilo que pensamos, e tudo o que somos surge a partir (da força) de nossos pensamentos. Com nossos pensamentos construiremos o mundo”. E, mais adiante: “Fale e aja com pureza de alma, e a felicidade seguirá você como uma sombra, imperturbável e inquebrantável.”

Se você assimilar isso interiormente, sua vida começará de novo. Esse recomeço e a decisão de seguir na direção certa são possíveis com a ajuda do Reiki. Livrar-se de todas as coisas negativas exige um trabalho interior. Esse trabalho interior é uma tarefa grata, pois purificará radicalmente você e sua vida, despertando a criatividade e a alegria de viver.

A negatividade é um mau hábito acionado por processos externos e internos. Ela cresce e se expande pela repetição constante de pensamentos e sentimentos negativos. Você precisa se conscientizar de fato de que abriga e alimenta esses pensamentos e sentimentos – mesmo que eles tenham sido incutidos por um fator externo. A única pessoa do mundo que pode ajudá-lo a se livrar desses pensamentos e sentimentos é você mesmo. Ninguém pode continuar sendo criança para sempre.

Sempre que você é visitado por um pensamento ou sentimento negativo, tem a opção de alimentar esse pensamento ou sentimento com sua atenção e sua energia – ou desviar-se dele. Comece assumindo a responsabilidade por seu mundo interior. É fácil transferir a responsabilidade daquilo que acontece dentro de você para as outras pessoas ou o mundo exterior.

Ser responsável é o primeiro passo em direção à felicidade e à alegria de viver. Lembre-se da quarta regra de vida do Reiki: gyo o hage me (“cumpra seu dever”) – (“Seja honesto com você e com os outros”) – (“Trabalhe honestamente”). Quando o recipiente do néctar divino é desvirtuado a ponto de se tornar um balde de lixo, cabe àquele que o usa purificá-lo de novo e prepará-lo para o néctar divino.

Koyama Sensei- Mestre em Reiki Japonês.

Reiju: Mikao Usui designou Reiju, ao processo de passagem do poder do Reiki, a iniciação ou sintonização.

Related Posts

Deixe um comentário