Irena Sendler – Anjo do Gueto de Varsóvia

Irena_Sendlerowa_1942Irena Sendler ajudou a salvar mais de 2.500 crianças judias do terrível extermínio nazista.

De nacionalidade Polaca, Irena tinha aprendido com seu pai, que não importava a nacionalidade, a religião ou o que quer que fossem as diferenças entre as pessoas, ela sempre deveria fazer de tudo para ajudar os mais necessitados. Inclusive ele teria dito: “Se vires alguém se afogando, deves pular na água e tentar ajudar, mesmo se não souberes nadar”.
Com esse espírito justo e caridoso, Irena fez de tudo para ajudar a população judaica quando estourou a Segundo Guerra. Nos guetos de Varsóvia, Irena tinha passagem livre dizendo aos guardas alemães que iria somente fazer o levantamento das condições sanitárias do local. Mas, era muito mais que ela fazia. Levava alimentos, roupas, remédios e o mais importante, ajudava a tirar principalmente as crianças às escondidas para poder salvá-las. As vezes as escondia em sacolas, latas de lixo, caixas de ferramentas, Irena usava qualquer coisa que tinha em suas mãos para tirar as crianças de lá.
Com a ajuda de cristãos simpatizantes dos judeus, levava as crianças para que ficassem a salvo vivendo como membro de famílias que estavam dispostas a ajudar. Para não perder o controle de onde havia mandado cada criança, Irena mantinha anotações dos nomes de cada uma em potes de vidro que enterrava em determinados locais para que não fossem encontrados pelos nazistas. Com Isso, ao final da guerra, Irena conseguiu localizar muitas das crianças salvas, ajudando-as a se reencontrar com membros de suas famílias. Infelizmente muitas não puderam retornar, pois não havia sobrado mais ninguém e foram mandadas para orfanatos.
Após ter sido traída por uma de suas ajudantes, Irena foi presa e condenada à morte pela polícia alemã. Mas, com a ajuda do grupo Zegota* que subornou os guardas para liberta-la, Irena conseguiu fugir e teve que viver escondida, mesmo assim continuou atuando para a libertação das crianças.
*Zegota era uma organização financiada por cristãos britânicos, para ajudar o povo judeu.
A bravura de Irena quase passa desapercebida pela história, que só ficou conhecida depois que um grupo de quatro meninas de Uniontown, Kansas, fizeram um trabalho escolar sobre a segunda guerra. Incentivadas pelo professor através de recortes de jornais, elas se interessaram pela história de Irena e começaram a correr atrás dos fatos. Elas fizeram uma peça teatral que foi apresentada mais de 250 vezes e chamou a tenção de produtores do cinema que acabaram fazendo um filme sobre ela.
Com a divulgação da história, muitas pessoas que foram salvas por Irena, reconheceram seu rosto e entraram em contato com ela para agradecer-lhes por ter salvo suas vidas. Mesmo assim, Irena sempre lamentou não ter feito mais para ajudar o povo judeu.
Irena morreu em 2008, aos 98 anos de idade.
Veja a história de Irena mais detalhada nesse Link.
Um vídeo curtinho sobre Irena: Link
O filme: O Coração Corajoso de Irena Sendler, está no Netflix.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *